Category: ODS13 - Page: 3

Para 77% dos brasileiros, proteger meio ambiente é urgente

Por Nádia Pontes, Deutsche Welle –  Pesquisa aponta que grande maioria vê questão climática como prioritária, mesmo que isso signifique um crescimento econômico mais tímido. Para 84%, queimadas na Amazônia prejudicam a imagem do Brasil no exterior. Brasileiros de todas as regiões do país são praticamente unânimes: para 95% da população, o aquecimento global é visível e pode trazer...

Falta de chuvas no Brasil gera corrida por melhoramento genético da soja

por Lázaro Torres, para o Diálogo Chino –  Pesquisadores lutam para compensar efeitos do estresse hídrico com tecnologia. Mas ambientalistas temem que as mudanças climáticas serão mais rápidas e intensas A instabilidade das chuvas que irrigam as vastas plantações de soja do Brasil provocou uma corrida pelo melhoramento genético de sementes. Sem esperanças de parar as mudanças climáticas e...

Orçamento do Meio Ambiente é o menor em 21 anos

por Observatório do Clima –  Análise do Observatório do Clima mostra que proposta orçamentária para 2021, a mais baixa do século para a pasta, coroa estratégia de desmonte ambiental do governo Bolsonaro. O orçamento proposto pelo governo para o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e órgãos vinculados para 2021 é o mais baixo desde, pelo menos, o fim do...

O mundo enfrentará graves danos humanos e econômicos se não acelerar a adaptação climática, diz relatório da ONU

Quase três quartos das nações têm algum plano de adaptação em vigor, mas o financiamento e a implementação ficam muito aquém do necessário. Os custos anuais da adaptação somente nos países em desenvolvimento são estimados atualmente em US$ 70 bilhões. Espera-se que este valor chegue a US$ 140-300 bilhões em 2030 e US$ 280-500 bilhões em 2050. Soluções baseadas...

Adaptação a mudanças climáticas requer urgência, alerta ONU

Por Ajit Niranjan,  Deutsche Welle –  Relatório revela que líderes mundiais não estão investindo o suficiente na adaptação para a nova realidade climática. Além de infraestrutura, ONU defende soluções baseadas na natureza. Os líderes mundiais e empresas não estão investindo dinheiro suficiente para se adaptarem aos riscos das mudanças climáticas e precisam “urgentemente intensificar as ações”, alertou o Relatório...

Brasil se afasta da luta contra a emergência climática; como será em 2021?

por Ricardo Abramovay* –  2021 será o ano da retomada do multilateralismo, que permitiu ao mundo o mais importante compromisso internacional de todos os tempos: o Acordo Climático de Paris. Em dezembro de 2015, 192 países selaram a ambição de limitar a elevação da temperatura global média a um patamar entre 1,5ºC e 2ºC. Agora, a vitória de Joe Biden nos EUA, a formulação de...

Retrospectiva 2020 – Antártica, 20 graus: o continente gelado emite sinal de alerta

Por Sucena Shkrada Resk* –  Registro de recorde não é motivo de celebração  Nem sempre os recordes são sinais de celebração. O que dizer, então, sobre o registro da temperatura de 20,75 graus C na Ilha Seymour, na Antártica, no último dia 9 de fevereiro? É bom frisar – GRAUS POSITIVOS, no continente gelado. O anúncio foi feito pelo...

GPA condiciona bônus de executivos a metas de redução de carbono

O GPA, maior grupo de varejo alimentar da América do Sul, está investindo em iniciativas para aprimorar suas operações, em especial no sistema de frio alimentar e matriz energética, e assim, reduzir a emissão de carbono da companhia. A meta está alinhada ao compromisso do controlador, o Grupo Casino, na França, e pretende reduzir essas emissões em, no mínimo, 30%...

Aliança ZEBRA anuncia a expansão de ônibus elétricos na América Latina

Fabricantes e investidores assinaram um compromisso com a Aliança ZEBRA (Zero Emission Bus Rapid-deployment Accelerator) para expandir as frotas de ônibus de transporte público com emissão zero no Brasil, Chile, Colômbia e México A Aliança ZEBRA apresentou hoje a coalizão de 17 novos investidores e fabricantes de ônibus que assumem, a partir de agora, o compromisso de trazer novos...

CDP reconhece a Vivo com a classificação “A” por sua gestão climática global

Instituição reconhece as empresas que cumprem os critérios máximos para reduzir emissões, mitigar riscos climáticos e contribuir para uma economia de baixo carbono Empresa neutra em carbono e com atuação sustentável, a Vivo foi reconhecida esta semana com a classificação “A”, a mais alta no ranking elaborado pela CDP, organização ambiental global sem fins lucrativos, que avalia e reconhece...