Tag: legislação ambiental

Caatinga está degradada mesmo em áreas preservadas, revela estudo

por Meghie Rodrigues, Mongabay – Novo estudo mostra que a Caatinga está severamente ameaçada pela atividade humana. Com mais de 27 milhões de moradores, é um dos biomas mais degradados do país. Pesquisadores denominam o fenômeno de “perturbação antrópica crônica”, usado como base para avaliar a degradação ambiental causada pela população humana, infraestrutura, pastoreio, extração de madeira e incêndios em...

Apesar de proibição, queimadas batem recorde da última década em Mato Grosso

por Nádia Pontes, Deutsche Welle –  Maior parte do fogo ocorreu em período proibido via decreto, sendo o Pantanal o palco da maior destruição. Impunidade, seca histórica e pandemia são apontadas como causas para cenário trágico. Em todo o Brasil, as queimadas para fins agrícolas foram proibidas de meados de julho a meados de novembro por um decreto assinado pelo presidente Jair...

Em dois anos, MT quase triplica registro de queimadas no período proibitivo

por Assessoria de Comunicação ICV –  Mesmo com o prolongamento do período de proibição das queimadas, Mato Grosso registrou segunda alta consecutiva em índices de queimadas no estado neste ano. Entre julho e o dia 20 de setembro, foram 30,5 mil focos de calor distribuídos nos três biomas abarcados pelo estado, um aumento de 45% dos pontos de calor...

A importância dos manguezais, que ficam desprotegidos com decisão do governo Bolsonaro

por BBC Brasil –  Duas resoluções que protegiam áreas de preservação permanente como restingas e manguezais e restringiam o desmatamento e a ocupação nesses biomas foram derrubadas na manhã da segunda-feira (28/09) em reunião do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), convocada pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. As resoluções estavam em vigor desde 2002. Salles, que foi...

Mineração em terras indígenas pode causar prejuízo anual de US$ 5 bi, diz estudo

por Hyury Potter, Naira Hofmeister,  Deutsche Welle –  Levantamento aponta que projeto de lei ameaça cerca de 860 mil km² de Floresta Amazônica, cuja devastação impactaria cadeias produtivas e regime de chuvas, com efeitos negativos para outras regiões e para o agronegócio. Uma área na Amazônia quase do tamanho da Venezuela pode ser devastada, resultando em prejuízos econômicos bilionários...

Manejo florestal por espécies na Amazônia é mais rentável e sustentável

Por Embrapa –  Estudos realizados por unidades de pesquisa da Embrapa em diferentes regiões brasileiras comprovam que o manejo florestal por espécie é uma inovação com potencial de agregar renda e sustentabilidade à região amazônica. Adequar a intensidade de exploração, diâmetros e os ciclos de corte às peculiaridades de cada espécie, e não ao volume total de árvores nas...

“É mito que o Brasil tem muitas unidades de conservação”

por Nádia Pontes, Deutsche Welle –  Apesar de serem mais de 2 mil, muitas das áreas protegidas do país estão em estado precário de manutenção e gestão, afirma promotora, manifestando preocupação com desestruturação de órgãos de fiscalização ambiental. Das mais de 2 mil unidades de conservação espalhadas pelo mapa do Brasil, muitas lidam com sistema precário de proteção, falta...

Número de barragens críticas no país cresce 129%, mostra relatório

por Instituto Socioambiental – A maior parte dessas estruturas identificadas como críticas (63%) pertence a empreendedores privados Relatório de Segurança de Barragens (RSB 2019) publicado na última segunda-feira (31/08) pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) apresenta um aumento de 129% do número de barragens classificadas como críticas no país. Diferente do RSB 2018, a maior parte...

Entidades ambientalistas contra a extinção do Instituto de Terras de São Paulo

por Iniciativa Verde –  Coletivos de entidades da sociedade civil atuando na área ambiental vêm se manifestar contra a extinção da Fundação Instituto de Terras de São Paulo “José Gomes da Silva” – ITESP, conforme o Projeto de Lei 529/2020, do Governo do Estado.  A extinção implica em prejuízos ambientais e diversas outras consequências negativas para São Paulo. Reivindica-se...

Degradação avança no Mato Grosso e faz meta de desmatamento ilegal zero fracassar

por Maurício Hashizume, Repórter Brasil –  Municípios às margens do Parque Indígena do Xingu são palco do avanço do agronegócio e registram altos índices de focos de incêndio e desmate; ações tímidas do governo do MT e agenda antiambiental da gestão Bolsonaro estimulam degradação da floresta amazônica no estado Três toras de árvores tombadas e um boi ilustram, respectivamente,...