Tag: Políticas Públicas

Transição para economia verde criaria 15 milhões de empregos na América Latina e Caribe até 2030

A transição para uma economia com zero emissões líquidas de carbono poderia criar 15 milhões de novos empregos líquidos na América Latina e no Caribe até 2030, segundo estudo de Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Organização Internacional do Trabalho (OIT) divulgado nesta quarta-feira (29). Os organismos internacionais lembraram que, para apoiar uma recuperação após a pandemia de COVID-19,...

Há dez anos, ONU declarava acesso a água e saneamento como direito humano

Por Lu Sudré, Brasil de Fato | São Paulo (SP) –  Resolução não é realidade na vida de milhões de brasileiros; Perspectiva com novo marco é negativa, diz especialista Quando foi morar no Jardim Emburá, extremo sul da cidade de São Paulo, Kátia Marques soube que a água não era canalizada e, sem opção, viu a rotina de encher baldes...

Envolverde discute desigualdades e os caminhos para a mudança

Por Renata Juliotti* –  As desigualdades que já marcavam a sociedade brasileira foram ainda mais expostas e intensificadas pela pandemia. Este cenário de grandes transformações, que nos leva a questionar os caminhos para a mudança, foi debatido na live desta sexta-feira (24), como parte da série “Diálogos Envolverde – Lives Semanais”. Com transmissão ao vivo pelo canal do Youtube...

ODS 16: Paz, Justiça e Instituições Responsáveis

Por  Luiz Carlos Aceti Junior , Maria Flavia Curtolo Reis, Lucas Reis Aceti Paz é uma palavra que contrapõe, e muito, o cenário mundial. Estamos no Século XXI e a África ainda sente Fome, os países ainda “brigam” entre si, intrigas políticas se asseveram. Um dos objetivos das Nações Unidas é garantir, dentre outros, a paz. Assunto que nunca foi...

Piketty: “A desigualdade no Brasil é da Europa no século 19”

por IHU – Adital –  O economista francês Thomas Piketty, autor de “Capital e Ideologia”, seu mais recente trabalho, lançado agora no Brasil, diz que as elites brasileiras cometem um erro ao perpetuar o abismo social no país, comprometendo o futuro da Nação. “O Brasil, face à pandemia, precisa de uma verdadeira política social, de investimento na saúde e de um sistema de renda...

Juma Xipaya, indígena e ativista: “Não quero ser a próxima Dorothy Stang”

por Peter Speetjens, Mongabay –  Em novembro de 2019, um grupo de ruralistas invadiu a plenária onde se realizava a abertura do encontro Amazônia Centro do Mundo, em Altamira, no Pará. Alguns portavam armas. Seu objetivo era tumultuar o evento e impedir a todo custo que os líderes indígenas, pesquisadores e ambientalistas ali presentes compartilhassem suas ideias para o...

A gente só vive porque a floresta está em pé, diz líder extrativista da Amazônia

Por Rodrigo Chagas, Brasil de Fato | Florianópolis (SC) –  Presidente de cooperativa relata a luta para conservar a natureza viva e levar trabalho para famílias ribeirinhas Em Boca do Acre, extremo sul do estado do Amazonas, modos de vida conflitantes disputam o espaço e o futuro da floresta amazônica. Nos últimos 20 anos, de acordo com o Instituto...

Eles escolhem salvar as finanças e matam pessoas de fome

Por Iriana Cadó, Brasil de Fato | São Paulo (SP) –  Relatório da Oxfam aponta que 12 mil pessoas no mundo poderão morrer de fome diariamente em 2020 O recente relatório intitulado “Mais pessoas morrerão de fome no mundo do que de covid-19 em 2020”, divulgado pela organização Oxfam, nos releva que vivemos à luz de um perigo muito mais grave do que...

Amazônia vive a dupla ameaça da Covid-19 e das queimadas

por Fábio Zuker , Amazônia Real –  Especialistas alertam para a possibilidade de uma segunda onda da pandemia junto com problemas respiratórios causados pela fumaça dos incêndios Especialistas em saúde pública e em queimadas nas florestas tropicais alertam: a Amazônia corre o risco de enfrentar duas calamidades simultaneamente nos próximos meses: a temporada do fogo e uma segunda onda...

Brasil se tornou pária internacional, sem aliados nem simpatias

Por Alexander Busch, de Deutsche Welle* –  Em poucos anos, perdeu-se praticamente tudo o que o país conquistou desde a transição para a democracia, e levará décadas até se compensar essa perda de confiança. A perda de “soft power” sairá cara para os brasileiros Nada ilustra tão claramente a perda de soft power pelo Brasil quanto a resistência crescente na Europa...